ENDURO SCHOOL

Offtrack likes to offer only the best for its customers and for that matter, contacted our formal several time enduro champion Paulo Marques, who participated in no less than 14 Paris-Dakar Rally, winning a stage and reaching up to the 8th overall position!

But that is only a small part of the history, since he was also several times winner of the Portuguese Enduro Championship and an extensive list of participations and victories on off-road bikes you can see below.

Now, as a retired pilot, he likes to share his knowledge with the more or less skilled aprentices and it´s always a pleasure to ride and learn from him.

Should You be interested in including a day lesson in your tour with this off-road guru, prices start at € 65/ person for the class only. Other basic elements are excluded from the price.

 

 

 

A Offtrack, em estreita colaboração com o piloto e multi-campeão de enduro e off-road Paulo Marques, promove nas suas instalações cursos e estágios de condução de motos de enduro, abordando todos os aspectos relacionados com a actividade, tanto técnicos como físicos.

Estamos disponíveis para a marcação de datas para grupos a partir de 10 pessoas.

Informações adicionais através de mail, telefone ou facebook.

906819 505287952867154 1858478804 o

PALMARÉS DESPORTIVO - PAULO MARQUES

11 TÍTULOS DE ENDURO E 7 DE TODO-O-TERRENO

Entre 1983 e 2001, conseguiu vencer por 11 vezes o Campeonato Nacional de Enduro nas 3 distintas classes por onde passou; (250/2T; 400-450/4T e 250/4T). Em 1990 fica inactivo no Campeonato Nacional após grave lesão nos dois pulsos e clavícula esq.. Abandona a modalidade como piloto, em 2002.

É chamado à Selecção Nacional de Enduro por 11 vezes, para representar o País no ISDE (Campeonato do Mundo da modalidade), conseguindo três medalhas de Bronze, quatro de Prata e uma de Ouro, nesta difícil competição.

No Todo-o-Terreno, vence o Campeonato logo no ano de estreia (1992) e acumula mais seis Títulos, divididos entre as diferentes Classes por onde competiu; (250/2T; 400/4T e Sup. 400/4T). Consegue ainda vencer a mítica Baja de Portalegre em duas ocasiões (1987 e 1994) e a Baja Portugal 1000 por três vezes; (1992,1994 e 2002).

Em 1988 participa na Baja de MontesBlancos em Zaragoça/Espanha e consegue vencer a Classe 250/2T, com um excelente 12º à geral. Em 1992 participa na Corsica 1000 (França) e consegue dar nas vistas no meio um grande pelotão de vedetas internacionais, tais como Peterhansel ou Kinigadner.

RESUMO DO PALMARÉS NACIONAL / ISDE

1983 – Participa pela primeira vez no Campeonato Nacional de Enduro primeira edição) e classifica-se em 3º lugar da Classe Promoção - Yamaha DT 125 LC

1984 – 3º Classif. no Campeonato Nacional de Enduro – Yamaha IT 250

1985 – Campeão Nacional de Enduro – Yamaha YZ 250/KTM 300 Seleccionado para o ISDE / Espanha (aband./queda) KTM 300

1986 – Campeão Nacional de Enduro – Aprília RX 250 Selec. para o ISDE / Itália (aband./probl. mecânicos) KTM 300

1987 – Vice Campeão Nacional de Enduro – Aprília RX 250 Selec. para o ISDE / Polónia (aband./probl. mecânicos) Aprília RX 125 Vencedor da 1º Baja de Portalegre – Aprília RX 250

1988 – 3º Classif. no Campeonato Nacional de Enduro – Aprília RX 250 Medalha de Bronze no ISDE / França - Honda XR 250

Vencedor da Baja MontesBlancos/Espanha – Classe 250 1989 – Campeão Nacional de Enduro – Honda CRE 250

Medalha de Prata no ISDE / Alemanha – Honda CRE 250

1990 – Ausente dos Campeonatos devido a lesão

1991 – Campeão Nacional de Enduro – Honda CRE 250

1992 – Campeão Nacional de Enduro – Honda CRE 250 - Campeão Nacional de Todo-o-Terreno (1º edição) – Honda CRE 250 - Vencedor da 1º Baja Portugal 1000 – Honda CRE 250

1993 – Campeão Nacional de Enduro – Honda CRE 250 - Medalha de Bronze no ISDE / Holanda – Honda CRE 250 - Campeão Nacional de T.T. – Honda CRE 250

1994 – Campeão Nacional de Enduro – Honda CRE 250 - Medalha de Prata no ISDE / USA – Honda CRE 250 - Campeão Nacional de T.T.- Honda CRE 250 - Vencedor da Baja de Portalegre. – Honda CRE 250 - Vencedor da Baja Portugal 1000 – Honda CRE 250

1995 – Lesiona-se e faz 5º lugar no Camp. Nac. de Enduro - Honda CRE 250 - Medalha de Prata no ISDE / Polónia – Honda CRE 250 - 1996 – 3º Classif. no Camp. Nacional de Enduro – Honda CRE 250 - Medalha de Prata no ISDE / Finlândia – Honda CRE 250

1997 – Campeão Nacional de Enduro – Cl. 4T – Honda XR 400 - Medalha de Bronze no ISDE / Itália – Honda XR 400 - Campeão Nacional de T.T. – Cl. 400 4T – Honda XR 400

1998 – Campeão Nacional de Enduro - Cl. 4T – Honda XR 400 - Medalha de Ouro no ISDE / Austrália – Honda XR 250

1999 – 3º Classif. no Camp. Nacional de Enduro – Cl. 4T – Honda XR 400 - Campeão Nacional de T.T.- Cl. Sup. a 400/4T – Honda XR 440

2000 – Campeão Nacional de Enduro – Cl. 250/4T – Honda XR 250 - Campeão Nacional de T.T. – Cl. Sup. a 400/4T – Honda XR 650

2001 – Campeão Nacional de Enduro – Cl. 250/4T – Honda XR 250 - Campeão Nacional de T.T. – Cl. Sup. a 400/4T – Honda XR 650

2002 –3º Classif. Camp. Nacional de Enduro Cl. 450/4T – Honda CRF 450 - 3ºClassif.Camp. Nacional de T.T. Cl. 450/4T – Honda CRF 450 - Vencedor da Baja Telecel 1000 (dez anos após 1ª vez) – Honda CRF 450

2003 – Realiza pela ultima vez algumas provas do Campeonato Nacional de Todo o Terreno e começa a dedicar-se com mais intensidade ao Team Honda Portugal, abandonando a carreira como piloto de moto.

PALMARÉS INTERNACIONAL OFF ROAD

10 PARTICIPAÇÕES CONSECUTIVAS NO PARIS DAKAR (MOTO)

Conseguiu por 5 vezes terminar este grande desafio com excelentes resultados:

1994 – Avaria mecânica – Honda XR 600;

1995 – 15ª posição da geral e 2ª da classe – Yamaha XT 660

1996 – Desistência por queda - KTM 660 Rally;

1997 - Venceu a 14ª etapa e classificou-se na 8ª posição da geral, 1º da Classe Maratona - KTM 660;

1998 – Desistência por queda – KTM 660;

1999 – Desistência por queda – KTM 660;

2000 – 65ª posição da geral (ocupava a 8ª posição, quando teve problemas eléctricos na sua

moto – 12ª etapa) com destaque para um excelente 3º lugar na 6ª etapa – KTM 660;

2001 – 12ª posição da geral e 2º da classe Maratona - Honda XR 650;

2002 – 10ª posição da geral e 1º da classe Maratona - KTM 660RallyReplica;

Destaquepara um excelente 2º lugar na ultima etapa (Lac Rose / Dakar).

2003 – Desistência por queda – KTM 660 Rally Replica;

1 PARTICIPAÇÃO NO RALLY DO ATLAS

1994 – 9º Lugar da geral – Honda XR 600.

5 PARTICIPAÇÕES NO RALLY DA TUNISIA

1997 – 5º lugar da geral e 1º da Classe Maratona - KTM 660.

1999 – 7º lugar da geral e 1ª da Classe Maratona – KTM 660.

2000 – 9º lugar da geral e 2º da Classe Maratona – Honda XR 650.

2001 – 6º lugar da geral e 1º da Classe Maratona – Honda XR 650.

2002 – 6ª lugar da geral e 2º da Classe Maratona – KTM 660.

4 PARTICIPAÇÕES NO RALLY DOS SERTÕES (BRASIL)

2000 – 4º lugar da geral - Gas Gas 250

2001 – Desistência por avaria mecânica - Husqvarna TE 570.

2002 – 2º lugar da geral - Husqvarna TE 570.

2003 – Desistência por avaria mecânica - Gas Gas 400.

1 PARTICIPAÇÃO NO 1º CROSS COUNTRY DO JAPÃO

2002 – 1º lugar da geral – KTM 250 EXC

COMO TEAM MANAGER

Desde o início da sua carreira, Paulo Marques sempre foi o principal responsável pelas suas participações, desempenhando paralelamente, o papel de Team Manager do seu próprio Team, principalmente a partir do início dos anos 90, quando formou o Team Honda /RPM. Desde então e até à recente formação do Team Repsol Honda, Paulo Marques angariou mais de duas dezenas de Títulos Nacionais para o seu Team, quer através das suas próprias participações, ou também contando com os títulos dos seus pilotos tais como Victor Azevedo e mais recentemente com Luís Serra.

2003 – Campeão Nacional de Todo-o-Terreno 450 4T/Absoluto (Piloto: Luís Serra) – Honda CFR 450 R

2004 –Vice Campeão Nacional de Enduro e de Todo-o-Terreno 450 4T/Absoluto (Piloto: Luís Serra) – Honda CRF 450 R.

2005 – Campeão Nacional de Enduro 450 4T (Piloto: Paulo Gonçalves)

CARREIRA EM AUTOMÓVEIS DE TODO-O-TERRENO

INÍCIO DA REALIZAÇÃO NA INTEGRA DO CAMP. NAC. - 2004

Depois de participações esporádicas em algumas provas de resistência ( 24 H de Fronteira) e do Camp. Nac. de T.T., conclui que a continuidade da sua carreira faz mais sentido agora, aos comandos de um automóvel 4X4. No final da época desportiva de 2003, abandona definitivamente as duas rodas (como piloto) e lança-se de imediato na mítica Maratona - DAKAR 2004, inscrito pela Promotech /Itália. Num Nissan Patrol GR da categoria T2, consegue terminar a prova numa honrosa 25ª posição (162 automóveis à partida e 60 à chegada). A aventura é para continuar, pois no corrente ano participa no Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, competindo no Troféu Tomás Mello Breiner by Nissan, numa Pick Up Navarra.

2000 e 2001 - Participações nas 24H - T.T./Fronteira, com um 6º lugar numa delas.

2003 - 3º Lugar do Trofeu Nissan/Tomás Melo Breiner na prova da Guarda, do C.N. Todo o Terreno.

2004 – 25º lugar da geral no TELEFÓNICA DAKAR /Nissan Patrol GR.

Vencedor do Troféu Nissan/Tomás Mello Breiner e 5º da geral na Baja Vodafone 1000.

Vencedor do Troféu Nissan/Tomás Mello Breiner e 9º da geral na Baja Anta da Serra / Portalegre. Vencedor das 24 Horas Todo o Terreno /Fronteira (a nível Nacional, pois na geral foi 3º com duas equipas francesas na sua frente).

2005 – 64º lugar da geral no TELEFÓNICA DAKAR /Toyota Land Cruiser.

Problemas mecânicos atrasaram irremediavelmente a sua participação.

Campeão Nacional de Todo o Terreno – Categoria T2 ToyotaLandCruiser/MolettoSport.

2006 – Desistência na 7ª etapa, do Rally LISBOA DAKAR, por problemas mecânicos no seu Mitsubishi Proto, quando era o segundo melhor Português em prova, na 22ª posição da geral.

2007- 80º Lugar da geral no Rally LISBOA DAKAR. Teve problemas no seu Toyota Land Cruiser na 4ª etapa em Marrocos. Contudo terminou a prova em beleza, conseguindo nas últimas quatro etapas lugares dentro dos 50 primeiros com especial destaque para a etapa final onde foi 34º.

2008- Com a anulação do Rally LISBOA DAKAR, o piloto acabou por não realizar qualquer competição durante esta época desportiva.

2009- Vencedor do Troféu Nacional Vintage – Classe Veteranos, com Honda CR 250 Elsinore. 2º Classificado da geral no Rally de Famalicão (Campeonato Regional) tendo ganho a classe extra, com Citroen Saxo. 21º Lugar final, na Baja Portalegre, em Mitsubishi Pagero categoria T1, tendo ficado em 10º da geral no 1º dia.

 dsc 0221

 

 

 

 

 

/